Dorival Vendrami Jr

Graduado em design gráfico pela UFSC em 2005, especialista em Comunicação, Empreendedorismo e Mídias Digitais pelo IBES em 2014 e mestrando em Design na UFSC. Possui atuação como designer gráfico e diretor de arte desde 2002 e atua como consultor de estratégias de comunicação desde 2019. Atendeu clientes de segmentos como têxtil, varejo, saúde, construção civil, tecnologia da informação e indústria alimentícia. Áreas de interesse incluem tecnologia, design da informação e UX. A pesquisa que desenvolve no Hiperlab é na área de catálogos digitais, com temática ligada a UX em realidade aumentada para dispositivos móveis.

Contato:
jvendrami@icloud.com

PROJETOS

Avaliação da experiência do usuário em e-commerces que utilizam realidade aumentada a partir de catálogo de produtos vestíveis

A presença crescente da tecnologia complementado ou substituído interações existentes no mundo físico. Devido ao avanço das ferramentas à disposição, o comércio eletrônico está cada vez mais ciente dos benefícios de tais tecnologias – tais avanços trazem benefícios e facilitam o acesso a recursos de difícil alcance ou restritos a pequenos grupos. Nesse cenário, as interfaces podem assumir funções de catálogos digitais de produtos e isto modifica a forma e a velocidade da busca e consumo de produtos. Contudo, apesar do avanço na apresentação dos catálogos virtuais de produtos, ainda é possível detectar falhas nesses sistemas – como a visualização de produtos em sites e aplicativos de comércio eletrônico. O progresso da tecnologia digital dá subsídios ao designer para enfrentar tais problemas com uma gama de recursos, incluindo a realidade aumentada: uma forma de realidade virtual – pois simula objetos virtuais, que não possuem materialidade -, imersiva assim como esta, porém não alienante, que pretende estender as possibilidades oferecidas a partir do mundo real, integrando-o com o virtual. Utilizando este recurso, catálogos digitais têm enfrentado o desafio de demonstrar e simular uma grande variedade de objetos com os quais o usuário interage de forma particular: os produtos vestíveis e os produtos para o ambiente. Tais simulações têm por objetivo aumentar a confiança dos consumidores em adquirir estes produtos sem ter interagido com exemplares deles.
As aplicações da realidade aumentada em catálogos virtuais indicam uma ampla utilização desta tecnologia, mas poucos esforços na estruturação de ferramentas de mensuração da qualidade da experiência do usuário para tais situações de uso. Desta forma, a qualidade percebida no conjunto de tais aplicações disponíveis pode ser prejudicada pela falta de ferramental adequado para sua avaliação. Avaliações gerais e que não consideram tecnologias específicas normalmente não fornecem subsídios para colaborar com a tarefa de sanar problemas de aplicativos mobile que utilizam realidade aumentada. Para fornecer um instrumento sólido de medição, as métricas precisam ser estabelecidas com propriedades desejáveis a partir da compreensão dos fenômenos relacionados à tal tecnologia. Assim, esta pesquisa busca estudar formas de avaliação da qualidade da experiência do usuário que possam ser adaptadas para uso no estudo da interação com catálogos de m-commerce que utilizam realidade aumentada para simular produtos vestíveis para, desta forma, desenvolver um kit de ferramenta que possa dar subsídios para que designers avaliem seus projetos com tais características.

PROJETOS CONCLUÍDOS